quarta-feira, 22 de novembro de 2017

I will make you wise and intelligent!


The Lord Makes Solomon Wise
(1 Kings 3.1-15)
1 King Solomon, the son of David, was now in complete control of his kingdom, because the Lord God had blessed him and made him a powerful king.
2-5 At that time, the sacred tent that Moses the servant of the Lord had made in the desert was still kept at Gibeon, and in front of the tent was the bronze altar that Bezalel had made.
One day, Solomon told the people of Israel, the army commanders, the officials, and the family leaders, to go with him to the place of worship at Gibeon, even though his father King David had already moved the sacred chest from Kiriath-Jearim to the tent that he had set up for it in Jerusalem. Solomon and the others went to Gibeon to worship the Lord, 6 and there at the bronze altar, Solomon offered a thousand animals as sacrifices to please the Lord.
7 God appeared to Solomon that night in a dream and said, “Solomon, ask for anything you want, and I will give it to you.”
8 Solomon answered:
Lord God, you were always loyal to my father David, and now you have made me king of Israel. 9 I am supposed to rule these people, but there are as many of them as there are specks of dust on the ground. So keep the promise you made to my father 10 and make me wise. Give me the knowledge I'll need to be the king of this great nation of yours.
11 God replied:
Solomon, you could have asked me to make you rich or famous or to let you live a long time. Or you could have asked for your enemies to be destroyed. Instead, you asked for wisdom and knowledge to rule my people. 12 So I will make you wise and intelligent. But I will also make you richer and more famous than any king before or after you.
13 Solomon then left Gibeon and returned to Jerusalem, the capital city of Israel.

Eu lhe darei sabedoria e conhecimento!


Salomão pede sabedoria a Deus
1Reis 
1 O rei Salomão, filho de Davi, conseguiu firmar o seu poder como rei de Israel, e o Senhor, seu Deus, o abençoou e fez o seu poder aumentar muito.
2 Salomão ordenou a todos os comandantes de mil soldados, aos de cem soldados, às autoridades do governo, aos chefes de família, enfim, a todos os israelitas 3 que fossem com ele até o lugar de adoração que ficava em Gibeão. Nessa cidade estava a Tenda da Presença de Deus, que Moisés, servo do Senhor, havia feito no deserto. 4 (A arca da aliança estava em Jerusalém, numa barraca que Davi tinha armado quando havia levado a arca de Quiriate-Jearim para Jerusalém.) 5 O altar de bronze, que havia sido feito por Bezalel, filho de Uri e neto de Hur, estava em frente da Tenda Sagrada. O rei Salomão e todo o povo de Israel foram lá para adorar a Deus. 6 Ali, no altar de bronze, Salomão ofereceu a Deus em sacrifício mil animais, que foram completamente queimados.
7 Naquela noite Deus apareceu a Salomão e perguntou:
— O que você quer que eu lhe dê?
8 Ele respondeu:
— Tu sempre mostraste um grande amor por Davi, o meu pai, e deixaste que eu ficasse como rei no lugar dele. 9 E agora, ó Senhor Deus, cumpre a promessa que fizeste ao meu pai. Já que me fizeste rei de um povo tão numeroso como o pó da terra, 10 dá-me sabedoria e conhecimento para que eu possa governá-lo. Se não for assim, como poderei governar este teu grande povo?
11 Deus disse a Salomão:
— Visto que você pediu sabedoria e conhecimento para governar o meu povo, de quem eu fiz você rei, em vez de pedir riquezas, bens, ou honras, ou a morte dos seus inimigos, ou vida longa, 12 eu lhe darei sabedoria e conhecimento. E lhe darei também mais riquezas, bens e honras do que qualquer outro rei teve antes de você ou terá depois.
13 Então Salomão saiu do lugar de adoração que ficava em Gibeão, onde estava a Tenda Sagrada, e voltou para Jerusalém, onde governou o povo de Israel.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

O perverso é como uma árvore seca, seca desde as raízes até os galhos mais altos.

O fim dos maus
5 “A vida do perverso se acabará como a luz que se apaga, como as chamas do fogo que deixa de queimar.
6 A lamparina da sua casa não brilhará mais; em vez de luz, haverá escuridão.
7 O perverso andava com passos firmes, mas agora está tropeçando; os seus próprios planos o fazem cair.
8 Ele pisa uma rede, e os seus pés ficam presos.
9 A armadilha o pega pelo calcanhar, e o laço o aperta.
10 A armadilha estava escondida no chão, no caminho por onde ele ia passar.
11 Ameaças de todos os lados o deixam apavorado; elas o perseguem a cada passo.
12 Ele era rico, mas agora passa fome; a desgraça está pronta para cair em cima dele.
13 Uma doença mortal se espalha pelo seu corpo e faz com que os seus braços e pernas apodreçam.
14 Ele é arrancado da sua casa, onde vivia seguro, e arrastado até a presença do Rei, isto é, a Morte. 
15 Essa casa será desinfetada com enxofre, e depois um estranho vai morar nela.
16 O perverso é como uma árvore seca, seca desde as raízes até os galhos mais altos.
17 Ninguém lembrará mais dele; o seu nome será esquecido na sua terra.
18 Ele será expulso do mundo dos vivos e da luz será jogado na escuridão.
19 Não deixará filhos nem netos; não terá descendentes que fiquem com a sua casa.
20 Em toda parte, os que ouvirem falar do seu fim tremerão de medo e pavor.
21 É esse o fim dos maus, daqueles que não querem saber de Deus.”

They are left like trees, dried up from the roots.

* 5 The lamps of sinful people soon are snuffed out, 6 leaving their tents dark.
7 Their powerful legs become weak, and they stumble on schemes of their own doing.
* 8 Before they know it, 9 they are trapped in a net, 10 hidden along the path.
11 Terror strikes and pursues from every side.
12 Starving, they run, only to meet disaster, 13 then afterwards to be eaten alive by death itself.
14 Those sinners are dragged from the safety of their tents to die a gruesome death.
15 Then their tents and possessions are burned to ashes, 16 and they are left like trees, dried up from the roots.
17 They are gone and forgotten, 18 thrown far from the light into a world of darkness, 19 without any children to carry on their name.
20 Everyone, from east to west, is overwhelmed with horror.
21 Such is the fate of sinners and their families who don't know God.

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Dad, You are good to us, and your love never fails.

A nation asks for forgiveness
1 1 We will celebrate  and praise you, LORD!
You are good to us, and your love never fails. 
2 No one can praise you enough for all the mighty things you have done.
3 You bless those people who are honest and fair in everything they do.
4 Remember me, LORD, when you show kindness by saving your people.
5 Let me prosper with the rest of your chosen ones, as they celebrate with pride because they belong to you.
6 We and our ancestors have sinned terribly.
7 When they were in Egypt, they paid no attention to your marvellous deeds or your wonderful love. And they turned against you at the Red Sea.
8 But you were true to your name, and you rescued them to prove how mighty you are.
9 You said to the Red Sea,“Dry up!” Then you led your people across on land as dry as a desert.
10 You saved all of them 11and drowned every one of their enemies.
12 Then your people trusted you and sang your praises.
13 But they soon forgot what you had done and rejected your advice.
14 They became greedy for food and tested you there in the desert.
15 So you gave them what they wanted, but later you destroyed them with a horrible disease.
16 Everyone in camp was jealous of Moses and of Aaron, your chosen priest.
17 Dathan and Abiram rebelled, and the earth opened up and swallowed them.
18 Then fire broke out and destroyed all of their followers.
19 At Horeb your people made and worshipped the statue 20 of a bull, instead of you,
their glorious God.
21 You worked powerful miracles to save them from Egypt, but they forgot about you
22 and the fearsome things you did at the Red Sea.
23 You were angry and started to destroy them, but Moses, your chosen leader, begged you not to do it.
24 They would not trust you, LORD, and they did not like the promised land.
25 They would not obey you, and they grumbled in their tents.
26 So you threatened them by saying, “I'll kill you out here in the desert!
27  I'll scatter your children everywhere in the world.”
28 Your people became followers of a god named Baal-Peor, and they ate sacrifices offered to the dead.
29 They did such terrible things that you punished them with a deadly disease.
30But Phinehas helped them, and the sickness stopped.
31 Now he will always be highly honoured.
32 At Meribah Spring they turned against you and made you furious.
33 Then Moses got into trouble for speaking in anger.
34 Our LORD, they disobeyed you by refusing to destroy the nations.
35 Instead they were friendly with those foreigners and followed their customs.
36 Then they fell into the trap of worshipping idols.
37 They sacrificed their sons and their daughters to demons and to the gods of Canaan.
Then they poured out the blood of these innocent children and made the land filthy.
39 By doing such gruesome things, they also became filthy.
40 Finally, LORD, you were angry and terribly disgusted with your people.
41 So you put them in the power of nations that hated them.
42 They were ill-treated and abused by their enemies, 43 but you saved them time after time. They were determined to rebel, and their sins caused their downfall.
44 You answered their prayers when they were in trouble.
45 You kept your agreement and were so merciful 46that their enemies had pity on them.
47 Save us, LORD God! Bring us back from among the nations.
Let us celebrate and shout in praise of your holy name.
48 LORD God of Israel, you deserve to be praised for ever and ever.
Let everyone say, “Amen!
Shout praises to the LORD!”

Pai, o Senhor é bom e o seu amor dura para sempre.

A bondade de Deus para com Israel
1 Aleluia!
Deem graças ao Senhor, porque ele é bom e o seu amor dura para sempre.
2 Quem pode contar todas as coisas maravilhosas que ele tem feito? Quem pode louvá-lo como ele merece?
3 Felizes são aqueles que vivem uma vida correta, aqueles que sempre fazem o que é certo!
4 Lembra de mim, ó Senhor, quando abençoares o teu povo; e, quando o libertares, liberta-me também a mim.
5 Deixa que eu veja o teu povo progredir e que eu tome parte na felicidade da tua nação, na alegria daqueles que pertencem a ti.
6 Nós temos sido maus e perversos; pecamos como os nossos antepassados pecaram.
7 Quando estavam no Egito, eles não entenderam os feitos maravilhosos de Deus.
Esqueceram que muitas vezes ele havia mostrado o seu amor por eles, e eles se revoltaram perto do mar, o mar Vermelho.
8 Mas, para mostrar o seu grande poder, ele os salvou, como havia prometido.
9 O Senhor Deus deu ordem, e o mar Vermelho secou; ele fez com que eles o atravessassem
como se estivessem pisando terra seca.
10 Ele os livrou das mãos daqueles que os odiavam; ele os salvou dos seus inimigos.
11 As águas cobriram os inimigos; não escapou nem um.
12 Então o seu povo acreditou nas promessas de Deus e cantou louvores a ele.
13 Mas logo esqueceram o que Deus tinha feito e agiram sem esperar o seu conselho.
14 No deserto, eles se deixaram levar pelos seus desejos e puseram Deus à prova.
15 Então ele deu o que pediram, mas lhes mandou também uma doença terrível.
16 Ali, no seu acampamento, eles ficaram com inveja de Moisés e também de Arão, o sacerdote dedicado ao serviço do Senhor.
17 Então a terra se abriu e engoliu Datã;  Abirão e a sua família também foram engolidos.
18 Fogo desceu sobre os seguidores deles e queimou aquela gente má.
19 No monte Sinai os israelitas fundiram um bezerro de ouro e adoraram aquele ídolo que haviam feito.
20 Trocaram a glória de Deus pela imagem de um animal que come capim.
21 Eles esqueceram de Deus, o seu Salvador, que havia feito coisas maravilhosas no Egito.
22 Que coisas extraordinárias Deus fez ali! Que coisas espantosas fez no mar Vermelho!
23 Depois Deus disse que ia destruir os israelitas; porém Moisés, o seu servo escolhido, enfrentou Deus e não deixou que a sua ira os destruísse.
24 Mais tarde, porque não acreditaram na promessa de Deus, eles não quiseram entrar em Canaã, aquela terra tão agradável.
25 Eles ficaram nas suas barracas se queixando e não quiseram dar atenção a Deus, o Senhor.
26 Então o Senhor lhes deu um aviso solene: ele os faria morrer no deserto, 27 espalharia os seus descendentes entre as nações pagãs, deixando que morressem em países estrangeiros.
28 Depois o povo de Deus se ajuntou no monte Peor para adorar o deus Baal, e eles comeram da carne dos sacrifícios oferecidos a deuses sem vida.
29 Com as suas ações, eles fizeram com que Deus ficasse irado e foram atacados por uma doença terrível.
30 Mas Fineias castigou o culpado, e a doença acabou.
31 Todos têm lembrado dessa boa ação de Fineias, e as gerações futuras nunca esquecerão delas.
32 Depois, nas fontes de Meribá, o povo fez com que Deus ficasse irado, e quem sofreu por causa disso foi Moisés.
33 Eles fizeram com que Moisés ficasse tão irritado, que ele disse coisas que não devia.
34 Eles não mataram os pagãos como o Senhor Deus tinha mandado, 35 mas casaram com aquela gente e imitaram os seus costumes pagãos.
36 O povo de Deus adorou ídolos e por causa disso foi destruído.
37 Eles ofereceram os seus próprios filhos e filhas como sacrifício a deuses pagãos.
38 Mataram aquelas crianças inocentes, os seus próprios filhos e filhas, como sacrifício aos ídolos de Canaã. E o país se tornou impuro por causa desse sangue. 
39 Fazendo essas coisas, eles se corromperam e foram infiéis a Deus.
40 Então o Senhor ficou irado com o seu povo, ficou muito aborrecido com eles.
41 Ele os abandonou nas mãos dos pagãos, e estes os dominaram.
42 Os israelitas foram maltratados pelos seus inimigos e ficaram debaixo das ordens deles.
43 Muitas vezes Deus livrou o seu povo, mas eles preferiram se revoltar contra ele e se afundar ainda mais no pecado.
44 Porém, quando pediram a sua ajuda, Deus os ouviu e se voltou para eles quando estavam aflitos.
45 Por causa deles, Deus lembrou da sua aliança e, por causa do seu grande amor, ele mudou de ideia.
46 Deus fez com que aqueles que os levaram como prisioneiros tivessem pena deles.
47 Ó Senhor, nosso Deus, liberta-nos! Tira-nos do meio dos pagãos e leva-nos de volta para a nossa terra.
Assim nós te daremos graças e com prazer te louvaremos, ó Santo Deus.
48 Louvemos o Senhor, o Deus de Israel.
Louvem o Senhor agora e sempre. Que todos os povos da terra digam:
“Amém”! Aleluia!

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Tenho te procurado...


Tenho te procurado
Por isso caminho só
Talvez não mais te encontre, não nesta vida
Mas isso não tem importância nenhuma
Sei que nasci pra você
O tempo? Já não mais me incomoda...
A solidão me alimenta
Sou um vulcão adormecido
Rios de larvas correm em minhas veias,
Mas não chegam ao coração, desnecessário chegar... você não está aqui
E sei que quando te encontrar, não o terei mais
Mas isso também não fará diferença nenhuma
O que sinto é na alma


Rosa Soares