domingo, 18 de junho de 2017

Serei teu espelho!

Eu sei que muitas vezes tentei me proteger
Determinada, me isolei e de uma forma fria e racional enxerguei aquilo que poderia mudar as minhas reticências para o ponto final.
Eu não iria permitir...
Tudo em que me transformei foi resultado do que vivi, senti, do que me machucou até onde permiti.
Não perco a mania de querer entender coisas que até hoje ninguém conseguiu explicar. mas também não sei se isso é uma virtude ou um defeito.
Como agora, enquanto escrevo, é o teu rosto que vejo...
Por que? 
Sem resposta aceito, vou vivendo este sentimento.
Mas sei que no final...
Serei teu espelho!


Rosa Soares